Usina Hidrelétrica de Xingó

Postado em 06/09/2016

Usina Hidrelétrica de Xingó

A Usina Hidrelétrica de Xingó está localizada entre os estados de Alagoas e Sergipe, situando-se a 12 quilômetros do município de Piranhas e a 6 quilômetros do município de Canindé de São Francisco.

A Usina de Xingó está instalada no São Francisco, principal rio da região nordestina, com área de drenagem de 609.386 km² , bacia hidrográfica da ordem de 630.000 km², com extensão de 3.200 km, desde sua nascente, na Serra da Canastra, em Minas Gerais, até sua foz, em Piaçabuçu/AL e Brejo Grande/SE.

A posição da usina, com relação ao São Francisco, é de cerca de 65 km à jusante do Complexo de Paulo Afonso, constituindo-se o seu reservatório, face as condições naturais de localização, num canyon, uma fonte de turismo na região, através da navegação no trecho entre Paulo Afonso e Xingó, além de prestar-se ao desenvolvimento de projetos de irrigação e ao abastecimento d’água para a cidade de Canindé/SE.

Compreendem o represamento de Xingó as seguintes estruturas:

barragem de enrocamento com face de concreto a montante com cerca de 140 m de altura máxima;
o vertedouro de superfície do tipo encosta com duas calhas e 12 comportas do tipo segmento com capacidade de descarga de 33.000 m3/s, situado na margem esquerda (AL);
os muros, tomada d’água, condutos forçados expostos, casa de força do tipo semi-abrigada, canal de restituição e diques de seção mista terra-enrocamento, situados na margem direita (SE); totalizando o comprimento da crista em 3.623,00 m.
A usina geradora é composta por 6 unidades com 527.000 kW de potência nominal unitária, totalizando 3.162.000 kW de potência instalada, havendo previsão para mais quatro unidades idênticas numa segunda etapa.

A energia gerada é transmitida por uma subestação elevadora com 18 transformadores monofásicos de 185 MVA cada um que elevam a tensão de 18 kV para 500 kV.

Outras Notícias

 

O Museu do Sertão
Postado em 06/09/2016

O Museu do Sertão, na cidade de Piranhas, com a exposição permanente de peças ligadas ao cangaço, estrada de ferro Paulo Afonso, navegação a vapor, religiosidade sertaneja e costumes locais. O acervo é composto de ...
leia mais »

Mirante de Piranhas
Postado em 06/09/2016

O Mirante Secular da aconchegante cidade de Piranhas (AL) foi construído no século XIX, como uma espécie de pequeno farol para orientar as embarcações a vapor que se arriscavam pelo Rio São Francisco.

Existem do...
leia mais »