Museu Regional de Delmiro Gouveia: vale a pena? Saiba tudo aqui

Boas-vindas, viajantes aventureiros! Hoje, tenho o prazer de apresentar a vocês mais um tesouro aqui da região.

Embora não esteja localizado em Piranhas/AL, o Museu Regional de Delmiro Gouveia é uma importante atração presente nos arredores.

Sendo uma pessoa apaixonada por lugares que contam um pouco da nossa história, já tive o prazer de conhecer o local e hoje vim contar um pouco mais sobre opção incrível de passeio. Vem comigo!

Conheça o Museu Regional de Delmiro Gouveia

O museu, fundado em 1989, homenageia Delmiro Augusto da Cruz Gouveia (1863-1917), que dá nome à cidade, e retrata a história desse que foi um dos maiores visionários do sertão alagoano.

Seu acervo é um tesouro composto por objetos pessoais do homenageado, incluindo livros, fotografias e cartas que desvendam aspectos íntimos de sua vida.

Além disso, a coleção abriga antigas máquinas, a exemplo do projetor de cinema, que são um espetáculo à parte.

A exposição também apresenta objetos da época, documentos históricos e máquinas associadas à antiga Fábrica da Pedra, uma indústria têxtil, bem como relíquias da estação ferroviária.

Um dos pontos que mais me atrai nesse lugar é que não é apenas a história de Delmiro que é contada no museu.

Na verdade, a região sertaneja é muito bem destacada, com ênfase em quatro estados: Sergipe, Alagoas, Pernambuco e Bahia.

Informações úteis:

  • Endereço: Rua Visconde de Mauá, bairro Desvio, Delmiro Gouveia, AL
  • Instagram: @museuregionaldelmirogouveia
  • Site: museudelmirogouveia.com.br
  • Nota do Google: 4,5
  • Horário de funcionamento: de terça a sexta-feira, das 13:30h às 20:30h; de sábado a segunda-feira, das 09:00h às 17:00h
  • Telefone para contato: (82) 9.9816-0011
  • Preço do ingresso: gratuito

Não se preocupe com o trajeto, pois são apenas 39 km de distância de Piranhas.

Quem foi Delmiro Gouveia?

Antes de seguirmos adiante, é importante deixar claro, para quem não o conhece ainda, quem foi esse ilustre cidadão.

Em poucas palavras, Delmiro foi um industrial e também empresário do país, sendo pioneiro na industrialização brasileira.

Dentre seus feitos, construiu a primeira usina hidrelétrica da região Nordeste, a Usina de Angiquinho (que é também a segunda do Brasil).

Ele chegou ao então povoado de Pedras (atual cidade de Delmiro Gouveia) no ano de 1903, para a construção de uma indústria de linhas, transformando a história da região.

Infraestrutura

O museu utiliza a estrutura da antiga estação ferroviária da Great Western, estando totalmente alinhada com a proposta do lugar.

Assim, além de observar os itens e peças do acervo do visionário, também é possível conferir um pouco mais.

Um dos destaques fica para a exibição da primeira locomotiva a vapor a ser acionada por um tipo de motor elétrico.

Ou seja, é uma oportunidade única de ficar pertinho de uma legítima maria-fumaça e conseguir belas fotografias (é uma experiência única, de verdade).

Outro item memorável é a pedra fundamental, que foi lançada no ano de 1878, por ordem de ninguém menos que D. Pedro II, então imperador do Brasil, marcando o início da construção da linha férrea Paulo Afonso.

Afinal, vale a pena visitar o Museu Regional de Delmiro Gouveia?

Vale a pena visitar o Museu Regional de Delmiro Gouveia, sem dúvida alguma.

É uma jornada emocionante pelo passado, onde você mergulha na história de Delmiro Gouveia e da região sertaneja.

O acervo é rico e diversificado, com objetos pessoais, máquinas antigas, documentos históricos e uma locomotiva a vapor incrível.

Além disso, o museu destaca a importância desse visionário na industrialização do Brasil, o que eu acho super interessante e importante em um país que não costuma prestar atenção em suas histórias.

A infraestrutura na antiga estação ferroviária adiciona uma camada especial à experiência. Portanto, se você é um entusiasta da história e da cultura, recomendo fortemente visitar esse museu fascinante!

Ellen Amaral
Ellen Amaral

Juntamente com minha mãe - Danielly - proprietária da Pousada Lampião Rio e estudante de Direito. Tenho como objetivo tornar inesquecível a vivência dos nossos hóspedes aqui, trazer uma sensação de aconchego e familiaridade, e fazer com que eles, de fato, se sintam em casa. Uma das coisas que mais amo aqui na pousada é a vista maravilhosa do nosso Rio São Francisco, que considero o nosso ponto mais forte. Adoro ler, viajar, ir à academia e registrar momentos! Sou uma pessoa comunicativa, leal e fiel aos meus princípios.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

A hospedagem mais bem avaliada no Google em Piranhas/AL